Informação para despertar consciências.

Ano Novo! Afinal, quando começa?
, / 187 0

Ano Novo! Afinal, quando começa?

A caminho de celebrarmos a entrada no ano novo chinês, é importante localizarmo-nos com precisão no tempo e perceber o fenómeno. Depois, há que tomar as medidas necessárias por forma a permitir que 2016 seja fluído e construtivo.
PARTILHAR
Página Inicial Origens Ano Novo! Afinal, quando começa?

Por vezes, a disparidade de datas ou tempos entre o calendário Gregoriano e o Chinês no que respeita à celebração da passagem de ano, não faz sentido podendo até ser encarado por alguns com estranheza. Como pode o ano começar em Fevereiro? Se olharmos para os ciclos da natureza e tempo  com o cuidado de percecionarmos os fenómenos energéticos subjacentes, percebemos que efetivamente, o ano tem o seu início em Fevereiro e não após o último dia do 12º mês do ano.

Na cultura Ocidental os inícios das estações do ano são vistos nos equinócios e solstícios. A estação de Inverno tem início precisamente no Solstício de Inverno, entre os dias 21 ou 22 de Dezembro, altura em que temos a noite mais longa e o período com luz solar mais pequeno. Ou seja, celebramos o início do Inverno quando ele está no auge e damo-lo como terminado cerca de 3 meses depois, no equinócio da primavera. Esta visão remete-nos para o foco na materialização, ou seja, quando o fenómeno é materializado nós reconhecemo-lo.

Dizemos: “ Hoje temos a noite mais longa do ano. O Inverno chegou!”  

Após a noite mais longa do ano, inevitavelmente os dias  começam a crescer. Depois do elemento água – elemento associado ao Inverno – atingir a sua expressão máxima começa a entrar em declínio e a transformação ou  elemento que se segue no ciclo das 5 transformações, que é a Árvore, começa a  ganhar força e gradualmente a expressar o  movimento energético da Primavera.

Na visão oriental em que os fenómenos são olhados numa perspetiva energética. Qualquer fenómeno tem um início, cresce, atinge o seu máximo, decresce e extingue-se. Para o estudarmos e o entendermos é necessário olhar para o seu ciclo, caso contrário o fenómeno não pode ser compreendido. Nesta perspetiva,  as estações cuja duração é de 90 dias,  iniciam-se 45 dias antes de atingirem a sua expressão máxima e terminam 45 dias depois.  Ou seja, o Inverno começa, vai crescendo e atinge o seu máximo a 21 ou 22 de Dezembro, começa a decrescer e extingue-se 45 dias depois, a 4 ou 5 de Fevereiro, altura em que começa a Primavera e se inicia um novo ciclo anual.

Os chineses dizem: “ Hoje temos a noite mais longa do ano. O Inverno está no seu apogeu.”  

Portanto, 4 ou 5 de Fevereiro é a data de início de ano usada em cálculos de Feng shui, astrologia do Ki das 9 Estrelas e Bazi, entre outros. Esta é uma data baseada no ciclo solar.

No entanto,  sabemos que os festejos de passagem de ano chinês ocorrem em datas que variam de ano para ano, que podem ir desde os finais de Janeiro a finais de Fevereiro.  Por exemplo, a entrada de 2015 foi festejada a 19 de Fevereiro. Em 2016, temos o ano do Macaco a apresentar-se a  8 de Fevereiro. Esta data baseia-se no ciclo da lua. De cariz popular, teve origem nos ritmos de uma população essencialmente agrícola que governava os seus afazeres no campo de acordo com os ritmos daquele astro.  De acordo com esta tradição, o ano inicia-se na segunda Lua Nova após o solstício de Inverno e celebra-se com a Festa da Primavera.

Começando a 1 de Janeiro, a 4 ou 8 de Fevereiro o que importa é que 2016 vos traga oportunidades maravilhosas de crescimento e sucesso bem como discernimento para as aproveitarem.

 Ana Brisio

www.metamorfose.com.pt

 

Deixar um Comentário

O seu endereço de email não será publicado.

PASSWORD RESET

LOG IN